Mobiliza-te!
Não mates a esperança, não esperes para actuar!

Sábado, 4 de Abril de 2009
Objectivo 7: Garantir a sustentabilidade ambiental

 

  • Meta 9: Integrar os princípios do desenvolvimento sustentável nas políticas e programas nacionais e inverter a actual tendência para a perda de recursos ambientais.
  • Meta 10: Reduzir para metade, até 2015, a percentagem de população sem acesso
    permanente a água potável.
  • Meta 11: Alcançar, até 2020, uma melhoria significativa na vida de, pelo menos, 100
    milhões de habitantes de bairros degradados.

 

"O Objectivo 7 incide sobre a melhoria da vida dos habitantes dos países em desenvolvimento através de práticas de desenvolvimento sustentável porque os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM) reconhecem que os destinos das pessoas e do ambiente estão interligados.

Dado que 70% da população reside em meios rurais, os países mais pobres do mundo estão muito dependentes da agricultura e são muito vulneráveis à degradação ambiental. Ameaças ambientais como água contaminada colocam sérios desafios de saúde pública. Os conflitos em torno dos recursos naturais têm dividido algumas sociedades e a urbanização exige uma gestão equilibrada destes recursos.

As pessoas pobres dos países em desenvolvimento são particularmente vulneráveis aos efeitos das alterações climáticas porque estão mais expostas às suas consequências, são mais sensíveis às mudanças e têm menos capacidade de adaptação às novas condições ambientais. Os governos dos países pobres carecem, muitas vezes, de recursos para investir em infra-estruturas que lhes permitam satisfazer as crescentes necessidades nos domínios da água potável, alimentação, abrigo e reabilitação de zonas afectadas pelo clima."

 

 



publicado por Mobiliza-te às 22:39
link do post | Dar esperança | ver esperanças (1) | favorito

Quarta-feira, 25 de Março de 2009
Objectivo 5: Melhorar a saúde materna

 

  • Meta 6: Reduzir em três quartos, entre 1990 e 2015, a taxa de mortalidade materna.

 

"A probabilidade de morrer durante a gravidez é de 1 em 16 na África Subsariana, contra 1 em 3800 no mundo desenvolvido. Se uma mulher num país pobre consegue sobreviver, pode ainda assim estar sujeita a complicações pós-parto que ameaçam a sua saúde e a marginalizam ainda mais na sociedade. Uma saúde materna deficiente influencia negativamente outros ODM.

Estima-se que uma saúde e nutrição maternas deficientes estejam na origem de pelo menos 20% das doenças das crianças com menos de cinco anos (Objectivo 4). Em muitas sociedades, a mortalidade materna é uma consequência da condição social inferior das mulheres e da sua incapacidade de controlar a sua saúde reprodutiva – aumentando o risco de contraírem doenças sexualmente transmissíveis (incluindo o VIH, Objectivo 6).

A subalternização das mulheres na sociedade significa também que tenham mais probabilidade de sofrer de subnutrição, anemia e falta de saúde crónicas. Estes problemas de saúde aumentam os riscos da gravidez. No entanto, em sociedades patriarcais as mulheres são muitas vezes pressionadas para ser mães e ter vários filhos ainda muito jovens."

 

 



publicado por Mobiliza-te às 09:33
link do post | Dar esperança | favorito

Segunda-feira, 23 de Março de 2009
Objectivo 3: Promover a igualdade de género e a capacitação das mulheres

 

  • Meta 4: Eliminar a disparidade de género no ensino primário e secundário, se possível até 2005, e em todos os níveis de ensino, o mais tardar até 2015.

  

"As mulheres são cruciais em cada aspecto do desenvolvimento social e económico, mas muitas são impedidas de atingir o seu potencial. Mulheres empoderadas contribuem mais para as suas famílias e sociedades, ao ganharem um rendimento maior, promoverem a educação das suas crianças e ao saberem mais sobre cuidados de saúde. Deste modo são forças positivas para se alcançar todos os ODM.

As contribuições sociais e económicas das mulheres realçam os benefícios exponenciais que as mulheres letradas podem ter no desenvolvimento. Contudo, as mulheres usualmente não têm acesso igual à terra, têm de combater a discriminação social e familiar e ainda de lutar para ultrapassar barreiras no mercado de trabalho formal. As mulheres representam cerca de 70% dos 1,2 mil milhões de pessoas que vivem com menos de 75 cêntimos por dia. A muitas mulheres é vedado o envolvimento no processo político e por isso têm maior dificuldade em defender os seus direitos. Mulheres empoderadas politicamente têm maior probabilidade de conhecer e lutar pelos seus direitos e de eleger políticos favoráveis à igualdade de género.

Os cuidados de saúde de qualidade estão vedados a muitas mulheres. Melhorar o acesso a pessoal médico qualificado e a serviços de saúde reprodutiva pode salvar milhares de vidas de mães e prevenir complicações médicas."
 

 

 



publicado por Mobiliza-te às 11:20
link do post | Dar esperança | favorito






Copyright © 2009 / Mobiliza-te!
A ignorância não é desculpa, não fiques indiferente!
.Mobiliza-te!
.Actual

. Objectivo 7: Garantir a s...

. Objectivo 5: Melhorar a s...

. Objectivo 3: Promover a i...

.Arquivo

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

.tags

. todas as tags

.Links
.Pesquisar
 
.subscrever feeds